10 -OPINIÕES SOBRE COTAS EM CONCURSOS PÚBLICOS

 Resultado de imagem para divida histórica cotas

 

ALDO  REBELO : CAIA  FORA  DO PARTIDO COMUNISTA

 

JÔ MORAES mulher baixinha de óculos : CAIA  FORA DO PARTIDO  COMUNISTA

 

MILITANTES  COMUNISTAS QUE APOIAM  A LEI  DA  COTAS  RACIAIS SOMENTE PARA DESCENDENTES DE ESCRAVOS AFRICANOS: CAIAM FORA  DO PARTIDO  COMUNISTA.

 

JAIR  BOLSONARO  É  O  CANDIDATO IDEAL  DESDE QUE TENHA COMO VICE  UMA PESSOA  QUE SE DECLARE  "COMUNISTA VERDADEIRO"        https://www.facebook.com/groups/comunistasverdadeiros/ 

 

Eu,que sou pardo, sou descendente dos escravos africanos e brasileiros , Dilma Roussef é descendente somente de escravos portugueses porque seu pai era imigrante búlgaro, e Joaquim Barbosa é  descendente de escravos africanos somente.
Eu sou contra cotas raciais.

 

Aos militantes comunistas:

 

Leiam o que Ernesto "che" Guevara, que atuou em Angola, escreveu:
Em 1952, em comentários a propósito da população de origem africana na Venezuela, Guevara expressa o que pensa sobre “os negros”:
“Os negros, os mesmos magníficos exemplares da raça africana que mantiveram sua pureza racial graças ao pouco apego que têm ao banho, viram seu território invadido por um novo tipo de escravo: o português [...] O desprezo e a pobreza os unem na luta cotidiana, mas o modo diferente de encarar a vida os separa completamente; o negro indolente e sonhador gasta seu dinheirinho em qualquer frivolidade ou diversão, ao passo que o europeu tem uma tradição de trabalho e de economia que o persegue até estas paragens da América e o leva a progredir”. 997, p.143)

Num só parágrafo ele ataca dois povos inteiros – africanos e portugueses – em várias frentes, desde as questões de higiene até certos traços de personalidade que ele julga serem próprios deles. Gostaria de saber o que ele faria num país onde essas duas etnias fossem abundantes. 

Numa entrevista radiofônica concedida logo após o seu retorno a Havana, Che Guevara fornecia uma boa pista do que os negros e mulatos cubanos deveriam esperar do seu futuro na ilha. Um proeminente empresário cubano chamado Luis Pons, que por acaso era negro, perguntou, pois, a Che quais eram os planos da revolução para a população de cor. “Nós faremos por negros e mulatos exatamente o que eles fizeram pela revolução”, rebateu Guevara. “Ou seja: nada”. 
Sugiro aos manifestantes que forem presos declararem que são descendentes de escravos portugueses e que protestavam contra a violação da Constituição atravez da Lei racista das cotas em concursos públicos e que gostariam se ser  militares ,pois ganharão simpatia dos militares e se um militar da ativa ou 
reformado assumir a presidencia  serão  prestigiados e talvez sejam convidados a se tornarem militares      https://www.facebook.com/groups/comunistasverdadeiros/
O comunistas verdadeiros precisam , para o bem do Brasil derrotar a mulher de ólhos defeituosos  certamente  desde os 15 anos,  que certamente nunca passou em concurso público , sem marido e sem filho, que consequiu aprovar a Lei racista das cotas ..
 
Em 1964 , quem destituiu João Goulart foi o Poder Legislativo e quem elegeu o General Castelo Branco e outros Generais até 1985, foi o Poder Legislativo ( Congresso Nacional )
Eu sou mestiço e desde criança  escuto  as seguintes  expressôes : preto não dá carreira certa....... crioulo gosta mesmo é de cantar , dançar e  fazer filhos......o "negócio de "crioulo" é  proliferar....  "serviço de preto" (opinião sobre serviço mal feito).....se você ver um preto você pode apostar  sem medo que ele tem no minimo 5 filhos ou 5 irmãos  ou mora em favela......"crioulo" quando não "caga' na entrada , na saida "borra", "crioulo" quando "pega posição" pensa que é "o bão" etc.
Até  a idade de 50 anos eu considerava que quem falava assim era "racista repugnante"  Aos 50 anos tornei-me uma "pessoa diferente" , isto é, e descobri que os acontecimentos na vida de  uma pessoa é resultado do que ela pensa,isto é, se eu fosse uma "pessoa diferente" aos 24 anos minha historia de vida, de 24 aos 50 seria diferente.
Leia  a "História de Funcionários Públicos de Cor  Preta " neste  site. 
A LEI RACISTA DAS COTAS  OCASIONARÁ  O AUMENTO ANORMAL  DA POPULAÇÃO DE  "DESCENDENTES DE ESCRAVOS AFRICANOS" OU SEJA  DA "CRIOULADA"  E  AUMENTARÁ  O NÚMERO DE "DESCENDENTES DOS  ESCRAVOS PORTUGUESES" PRATICANDO ROUBOS E ASSALTOS E OUTROS CRIMES  E USANDO MACONHA , COCAINA, ALCOOL ETC. E  AUMENTO DO NÚMERO DE POBRES  E FAVELADOS. 
XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

 ATENÇÃO EMPRESÁRIOS DE PELE BRANCA. QUE TEM EMPREGADOS DE PELE BRANCA ; PEÇO INFORMAR A SEUS COLABORADORES "PELES BRANCAS" ..........
 MILHÕES DE DESCENDENTES DE ESCRAVOS PORTUGUESES  ESTÃO DESEMPREGADOS OU SUB-EMPREGADOS........Pergunto aos "peles brancas" de óculos ,FERNANDO PIMENTEL  Mauro Iasi , Pablo Lima , e Túlio Lopes  E TODOS OS CANDIDATOS "pele branca" DE QUALQUER PARTIDO se  apoiam ou não as cotas raciais e a permissão constitucional de acumulo de cargos públicos e porque não divulgam essa posição. Eu sou um "pele parda" e sou contra.
Peço divulgação para minha pagina 
http://www.facebook.com/DescendentesDosEscravosPortugueses
Vladimir Ulianov respondeu ao seu comentário na link de Partido Comunista Brasileiro - PCB (Oficial).
Vladimir escreveu: "Caralho, como você é chato!!! Entra em vários posts do partido pra perguntar sempre a mesma merda estúpida e que não acrescenta nada ao debate. Vai empilhar coco na descida, porra!

Juliano Carlos Bilda É um cara chatão, que fica trollando quase todos os posts do Partido... Haja saco!


Nomes dos  Deputados mineiros que votaram CONTRA  a odiosa Lei Racista  das cotas em Concursos Públicos:

DIEGO  ANDRADE        PSD

DR.  GRILO                  SOLIDARIEDADE

MAURO LOPES             PMDB

RENZO  BRAZ                PP

Veja como votaram  todos  os deputados   na página seguinte:

http://www.comunistas.comunidades.net/index.php?pagina=1098579540

Roberto Pena respondeu ao seu comentário na link de Partido Comunista Brasileiro - PCB (Oficial).
Roberto escreveu: "A sociedade escravista montada no Brasil por Portugal e os mercenários a quem foi delegada a tarefa da colonização marginalizou um enorme contingente populacional de africanos e também de brancos. A famigerada Lei de Sesmarias excluiu do acesso à terra qualquer um que não possuísse recursos para instalar engenho de açúcar. Lembremos que nos primeiros momentos da colonização vinham trabalhadores brancos pobres ; foram excluídos pelo sistema de sesmarias e, mais tarde, pela Lei de Terras. Sesmarias e Lei de Terras lançaram as bases da exclusão no Brasil. Embora seja verdade que o descendente de africano escravizado sofre mais que o descendente pobre de português devido o preconceito por causa da cor, não devemos lutar separados. Todos os pobres do Brasil são oprimidos por uma classe dominante das mais perversas...Separar enfraquece a todos."

 

 

Eu sou negro. Na verdade eu nem me lembro muito disso no dia-a-dia. Eu não coloco escravidão e preconceito racial no mesmo balaio, tendo em vista que muitos povos escravizavam. Toda crueldade imposta aos escravos no Brasil não foi diferente da crueldade imposta a pessoas que foram escravizadas antes, inclusive de outras raças. Enfim, eu libero todos vocês brancos das suas "dívidas morais" com a minha "raça". Eu não quero nenhum tipo de reparação, cota. Estou muito bem, obrigado, trabalhando, estudando e evoluindo, no mesmo nível de excelência de qualquer pessoa. Eu não vou permitir que essa essa filosofia coitadista atinja os meus filhos, porque além de capazes, eles serão educados para atingir o topo.

Raquel Santana publicou no facebook 

Vinte por cento "garantido" para candidatos negros ou pardos?
Os oitenta por cento que restam, ficam mesmo para quem?
Brasileiros de TODAS etnias tratados como PALHAÇOS!
Nesse país de realidade disfarçada!
Com cotas disputadas à tapas!

O senado aprovou por dez anos, 20% das vagas de concursos públicos nesse país, ficar sendo preenchida apenas por candidatos negros ou "pardos"!
Vou MORRER sem saber que RAIOS é "pardo"!
Mas, confusões das nossas cores de peles de fora nessa situação. Apenas gostaria de entender ou saber das reais razões de "orgulho" em ALGUNS representantes de todo um povo que, nem todos comemoram essas cotas; se mostrarem tão felizes e na sensação do "dever cumprido" como falou à Benedita da Silva ao lado do Senador do PT Humberto Costa. Ainda falando da importância dessa "data histórica" para o Brasil DELES!
Data histórica para meus irmãos negros e de todas etnias possíveis?
Seria uma data onde TODOS eles DISPUTASSEM em pé de IGUALDADE qualquer concurso ou alguma possibilidade de melhorarem de vida!
Sou neta de uma negra brasileira descendente de escravos e de índios , com um avô português, estilo louro de olhos azuis. Sou uma MESTIÇA legítima!
Trago na minha etnia, TODOS esses sangues que fazem parte da minha família.
Qual deles me "orgulho" mais em ter?
TODOS!
Tenho sangue de índios, de negros e dos "brancos!
TODOS fazem de mim um SER HUMANO, como parte de UMA raça : HUMANA!
Se os meus irmãos negros ficaram para trás nas disputas sociais?
Claro que sim!
Chegaram aqui como escravos LEGAIS de seus países de origem. Para logo depois da abolição da escravidão serem jogados nas "senzalas" urbanas das favelas!
Não me sinto RESPONSÁVEL por isso!
Tenho um casal de filhos com cores de peles contrastantes, embora filhos do mesmo pai!
Meu filho tem direito à cota, enquanto minha filha não!
Coincidentemente essa semana, meu filho em conversa com um amigo sobre pagamentos de concursos. Esclareceu para esse amigo "branco" que ele não pagaria essa taxa por ser "pardo". Enquanto o seu amigo teria que pagar!
Sabem à grande "piada" disso?
Meu filho "pardo" trabalha, podendo pagar essa taxa sem problemas. Enquanto seu amigo "branco" desempregado terá que se "virar"!
"Peraí"....
Causam uma confusão dessas, causam AINDA mais ódio racial no Brasil. Aumentam ainda mais o RACISMO entre as pessoas. Declaram os negros sem capacidade de disputarem um MESMO concurso com quem TAMBÉM devia ter os MESMOS direitos e vantagens. E ainda se "orgulham"????
Comemoram???
O que ???
Tanta IDIOTICE e DEMAGOGISMO ???
Na boa?
Como diria Renato Russo: VAMOS COMEMORAR A ESTUPIDEZ HUMANA!
Estúpidos e CORRUPTOS do Senado Federal ao lado dos CORRUPTOS da Câmara e da Dilma cúmplice e amiga de CORRUPTOS estúpidos....
"PARABÉNS"!!!
Todos VOCÊS merecem!
Mas, os meus ancestrais que tanto trabalharam e sonharam com um Brasil IGUAL para TODOS. Onde a cor da pele em NADA pudesse influenciar essas igualdades. Os meus irmãos negros SÁBIOS e JUSTOS, decididamente NÃO MERECEM VOCÊS COMO REPRESENTANTES!
DEIXEM DE SER HIPÓCRITAS E APROVEITADORES DE OCASIÃO!
Essa imagem ao lado do CORRUPTO e ESCROQUE do Renan CORRUPTO Calheiros é compatível com toda "lisura" dessa "luta" de vocês!
Fala sério!
ESTOU FORA DESSE PAÍS DE COTAS!
ESTAMOS DENTRO NO PAÍS DE TODOS!
XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

 Abaixo opiniões copiadas no site  www.jusbrasil.com.br

Wellington Braga
39 votos

Um pouco de História...

1º - O branco não é e nunca buscou parâmetro de cor para fazer alguém de escravo. A briga sempre foi do mais forte contra o mais fraco. E sim, sempre existiu racismo, seja do negro contra o branco, do branco contra o negro, do índio contra o mameluco e etc. Os gregos escravizaram, os mouros escravizaram, os chineses escravizaram, os negros africanos escravizaram. Novamente, a briga sempre foi do mais forte contra o mais fraco.

2º - A palavra escravo, vem do eslavo, que remete aos povos (brancos) do leste europeu, que foram feitos escravos por povos mais fortes, incluindo os norte-africanos.

3º - Os próprios negros do norte da África não gostavam dos negros que se situavam mais ao sul. Eles achavam que por exercerem domínio de linguagem, matemática e tecnologia mais avançadas, eram superiores a qualquer outro co-irmão do sul.

4º - Na África não é essa miséria que pintam, tendo inclusive vários reis que governavam várias etnias. Os europeus quando aportaram na África, não sabiam como escravizar, logo, aprenderam com os líderes das tribos, que vendiam escravos capturados de tribos rivais (Nota-se mais uma vez a briga do mais forte contra o mais fraco). O aprendizado constituiu-se em olhar os dentes, os olhos, o porte e o condicionamento físico. A partir daí, compravam das mãos dos líderes tribais e carregavam consigo para a exploração do Novo Mundo.

5º - Existem pinturas de artistas, como as do austríaco Ludwig Deutsch, que retrataram bem o como várias tribos africanas eram prósperas, cheias de escravos e sem esse vitimismo fajuto que os doutrinados pelo "Méqui" vivem afirmando.

6º - Sim, muitos dos filhos dos reis africanos vinham para o Brasil estudar, se formar, tinham bons imóveis e andavam livremente pela sociedade.

7º - Zumbi, o herói da consciência negra no Brasil, teve escravo, assim também como vários outros negros que conseguiam sua liberdade, voltavam à África e voltavam como mercadores de escravos.

8º Infelizmente o grau atingido pelo politicamente correto é tão bizarro, que o povo absorveu que o branco é mau e o negro sempre vai ser o coitadinho, quando na verdade, existem vários negros na sociedade que são exemplos de como o esforço de cada um é válido.

Novamente eu repito: racismo sempre vai existir, muito pela ignorância do ser humano, tanto pela falta de amor ao próximo. Tanto negros, quanto brancos, merecem estar em pé de igualdade. Usar cotas em benefício de uma parte, é dar um chute no saco do povo brasileiro.

Posso falar algo? É pura medida eleitoral.

 

Nilsem de Oliveira Mendes
5 votos

Independentemente do juízo de valor que se possa fazer a destinação de quotas para negros é absolutamente inconstitucional por ferir de morte o princípio da isonomia. Qual é o parâmetro legal para definição da negritude? Há no direito outro principio constitucional segundo o qual é preciso “tratar os desiguais com desigualdade, na medida de sua desigualdade, para que se tornem iguais”. A adoção de quotas para deficientes físicos se justifica, pois suas limitações impõem uma política de desigualdade no tratamento para que haja equilíbrio na relação com os demais que não tem limitações. Mas quais seriam as limitações dos negros em relação aos “brancos”? Se meu pai é negro e minha mãe sueca, tenho 50% de cada raça. Então, sou negro ou branco? Se não há lei que defina o que é ser negro ou quem é e quem não é negro, sugiro que todos os participantes de concursos públicos, mesmo os loiros de olhos azuis, que se declarem negros, se isso lhe for mais conveniente e vantajoso.

copiado do site www.jusbrasil.com.br

 

Nefias Albuquerque
3 votos

Mais uma vez se prova que o racismo existe forte no Brasil,visto que ate nas esferas que não deveria ter existe,concurso publico,ou concurso de raças,de cor,ai estar a vergonha do legislativo,a vergonha de um povo que luta para combater o preconceitos e o racismo e que diz lutar por igualdade racial,ai estar o contraditório de tudo isso...não precisamos de cotas precisamos de respeito,precisamos ser olhados de igual pra igual,mais o que eu fico mais triste é que esse órgãos que luta contra o racismo e que diz busca a igualdade sobre negros e brancos comemoram uma ação tão esdrúxula...Brasil das mil caras e de poucas ações...eu gostaria de saber o que passa na cabeça de uma pessoa ao chegar em seu trabalho e o seu colega li cumprimenta por ter passado no concurso!!! ele deve pensar o seguinte: " eu não passei,eu vim pra cá por causa das cotas,eu estou qui não porque sei, mais por força de lei...agora pense no que pode estar pensando os seus colegas e patrão... Não eu não quero isso pra mim,eu não quero isso pra meus filhos...o que eu quero é o meu real valor garantido por lei e não essas leis racistas preconceituosas que os nossos legisladores insistem em fazer dizendo estar garantindo um direito constitucional, tudo mentira,o que se estar fazendo na realidade é deixando o negro mais vulnerável a crimes de racismo e tirando a cidadania e o respeito ainda pouco conquistado...como piadas no seu local de trabalho,ou ate mesmo ser humilhado por pessoas estranha dizendo que eles só estão ali por causa das cotas e não por capacidade...e o pior de tudo é que isso não se estendi para quem fez cota não, isso é generalizado independente se fez ou não fez ...e mais uma vez nós somos julgados pela cor da pele e não pela capacidade...eita Brasil, quando vais perder o teu sangue de coronel e de barões... quando foi que o Brasil deixou de ser escravista? agora quem é branco neste Pais? só existe vinte por cento de negros neste BRASIL DE CABOCLO, DE MÃE PRETA E PAI JOÂO,todos os demais, 80% são brancos?

 

 

Robson Neves
14 votos

Minha opinião:

A meu ver esses atos normativos e qualquer outro que assim o pregue são inconstitucionais e também infrutíferos.

Vejamos:

Diz o artigo 5º da Constituição Federal:

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:

Além disso, é crime:

Lei 7.716/89:
Art. 1º Serão punidos, na forma desta Lei, os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional.

Art. 4º Negar ou obstar emprego em empresa privada.

§ 1o Incorre na mesma pena quem, por motivo de discriminação de raça ou de cor ou práticas resultantes do preconceito de descendência ou origem nacional ou étnica: (Incluído pela Lei nº 12.288, de 2010)

I - deixar de conceder os equipamentos necessários ao empregado em igualdade de condições com os demais trabalhadores; (Incluído pela Lei nº 12.288, de 2010)

II - impedir a ascensão funcional do empregado ou obstar outra forma de benefício profissional; (Incluído pela Lei nº 12.288, de 2010)

III - proporcionar ao empregado tratamento diferenciado no ambiente de trabalho, especialmente quanto ao salário.

Ora, as normas acima são aplicáveis à todos, independente de cor, raça, sexo, etc.

Por que ao invés de conceder cotas não se investe em educação?

Além disso, ao invés de perguntar a cor do cidadão, extirpar tal pergunta? com isso todos concorrem de igual.

A meu ver, projetos e leis como a que está em questão ao invés de dar sentido ao combate ao racismo (de forma generalizada e não só quanto à cor), fomenta o problema combatido.

Veja, por exemplo, a questão das mulheres, que por mais que conquistaram o mercado e seu lugar na sociedade(sem utilizar-se de cotas para tanto) ainda sofrem com salários inferiores ao de homem, por exemplo; situações vexatórias, como perguntas do tipo: você quer ser mãe? como se isso fosse empecilho para a evolução da sociedade.

Com respeito à todos que sofrem discriminação, incluindo a mim, que sofri muito preconceito por ser um jovem pobre da periferia, penso que o caminho proposto é antidemocrático, inconstitucional, e não gera qualquer benefício para vencermos a batalha contra o preconceito.

Por fim para refletir: se esse é o caminho, então dever-se-ia ter cotas para mulheres, pobres, baixos, gordos, altos, homossexuais, etc., ou seja, todos os que se sentem discriminados.

 

 

Miguel Fallavena
7 votos

Verdade, absurdo, que os negros ajudaram a erguer a nação é verdade, porém os italianos também, os japoneses também, os alemães também, e sobre poder aquisitivo aconteceu da mesma forma, raça não é motivo para dar cotas, leis anti racismo racistas!!!! Até os negros já se deram conta disso, tenho amigos que não participam das cotas, acham errado e se negam a participar dessa discriminação. O Brasil só vai mudar quando o povo entender que somos todos iguais, o que nos difere é o quanto trabalhamos para melhorar, estudando ou trabalhando, deixar o sofa de lado arregaçar as mangas e ir a luta, sem esperar que o governo nos ajude, e esperar que o governo não nos atrapalhe.

 

 

Abel Lima Rivero
5 votos

Isso é uma palhaçada e um absurdo. Cadê a meritocracia?
Não me venham falar de "coitadinhos" ou de insensibilidade minha. Sou mestiço, bisneto de escravos, meu avô foi separado da família com menos de 5 anos e internado num asilo para filhos de escravos (ele nasceu sob a vigência da Lei do Ventre-livre) do qual foi dispensado, conforme a lei, aos 13 anos e iniciou sua vida profissional. Fez carreira militar e civil. Era músico da Banda Militar, professor concursado do Instituto de Música (atual Escola de Música da UFRJ), músico da OSB e da Orquestra do Teatro Municipal do Rio de Janeiro. Seu nome: ANNIBAL DE CASTRO LIMA. Tudo disponível na internet, Ah! Ele não teve cota!!!! Nem eu, tampouco. Trabalho numa instituição pública, sou concursado e fui o 1º no meu concurso. Quem quer corre atrás. Quem depende de cota não merece nada.

 

 

Rio And
2 votos

Outra proposta interessante seria a reserva de cotas nas vagas de cargos comissionados no serviço público. Quem tem coragem de mexer neste vespeiro?

 

 

Pericles Augusto Rocha de Toledo
2 votos

Trata-se de uma ação marxista, ou seja, fomenta-se uma luta de classes. Neste caso Brancos X Negros X Mestiços. Ora, a maior parte da população brasileira é mestiça e não branca. Há brancos que simplesmente tem parentes, embora em menor número, negros ou pardos. Por isso há brancos de cabelos sedosos que tem filhos de cabelo crespo e vice-versa. Um verdadeiro caldeirão racial. Com que base vão "punir" quem se diz pardo ? Um cara branco pode ser filho de um pardo com um branco, nascer branco, casar com branca e ainda ter um filho pardo...Dois erros vejo neste tipo de ações:
1º - Atribuir raça a uma raça demasiadamente miscigenada como o povo brasileiro.
2º - Intenção de fomentar uma luta de classes marxista pois aponta para o mito de que o indivíduo não tem chances por ter a cor da pele diferente da branca, ou pelo menos de uma cor "relativamente" branca, ou porque tem "cabelo duro" e assim por diante.
Na realidade a culpa não é da raça e sim da educação porque o governo brasileiro investe muito pouco na educação e, para não gastar dinheiro, além do viés ideológico que apontei, deixa a solução para "cotas" que não dão certo, a não ser pela falsa propaganda socialista do partido de situação. Porque essas "cotas" não dão certo ? Ora, quem vai querer se medicar com um médico pardo se ele é contemporâneo dessas "cotas"? Logicamente que vai se considerar que o tal é "mau preparado"? O mesmo ocorrerá no serviço público. Fora os que desistem das faculdades pois esses cotistas não conseguem acompanhar os cursos devido a falta de base.
Estamos diante de um governo marxista totalitário que despreza a constituição que diz que "todos são iguais perante a lei". A lei não pode discriminar por raça ou cor de pele. Está na constituição. Mas essa gente conta "fábulas" para atingir o que querem, que é fazer do Brasil uma Venezuela. O certo seria ministrarem educação de nível para todos, socorrer as escola públicas, dar aumento real aos professores, qualificá-los melhor, etc..Mas tudo isso implica em duas coisas que os "vermelhos" não querem:
1º Nesse momento, sem a doutrinação marxista ensinada nas escolas, uma melhoria do ensino levaria a população a desenvolver uma "consciência crítica" e esses partidos de esquerda não seriam mais eleitos.
2º Custa dinheiro. É mais barato instituir regime de cotas do que ensinar o cidadão preto ou pardo.

Na realidade não chegarão lá, seja por serem mal preparados, seja por serem discriminados como mal preparados, fora os que desitem das faculdades públicas por não possuir base.

 

 

Reinaldo Schumann
1 voto

Considerar o negro e o pardo como uma raça inferior a ponto de ser incapaz de competir em condição de igualdade com seres humanos não negros, além de ser a oficialização do racismo em nosso país é uma humilhação que seus filhos jamais esquecerão, pois serão motivo de chacota e vítimas de imensa vergonha através dos tempos e ao longo de história deste país. Por muito mais tempo do que estes dez anos, por muito mais tempo do que a vida dos legisladores irresponsáveis que vierem a aprovar esta aviltante legislação permanecerá a pecha de incapazes e inferiores, só que desta vez atestada em lei.
Cotas não beneficiam a negros, pardos ou a quem for, privilegia unicamente ao vagabundo que não deseja estudar ou trabalhar. O que mais haverão de fazer para conseguir uns míseros votos a mais? Quão mais prejudicarão gente inocente e que sequer ainda nasceu para ganhar uma eleição? 

 

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

Obrigado por assinar minha petição: NÃO AO PROJETO DE LEI PARA COTAS RACIAIS NO SERVIÇO PÚBLICO E EMPRESAS PRIVADAS!

Toda pessoa que se junta a esta campanha aumenta nossa força de ação. Por favor, separe um minuto para compartilhar este link com todos que você conhece:

http://www.avaaz.org/po/petition/NAO_AO_PROJETO_DE_LEI_PARA_COTAS_RACIAIS_NO_SERVICO_PUBLICO/?tXWbsdb

Vamos fazer a mudança juntos,
Ewaldo

---
Aqui está a petição para encaminhar para seus amigos:

NÃO AO PROJETO DE LEI PARA COTAS RACIAIS NO SERVIÇO PÚBLICO E EMPRESAS PRIVADAS

 

 

VOCÊ QUE CONCORDE COM A GENTE, CONSIGA MAIS UMA ASSINATURA DE UM AMIGO! VAMOS DIVULGAR!

Artigo 5º da Constituição Federal

Art. 5º. Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes



Diga NÃO ao racismo! Diga NÃO ao Estado Racial! Raças NÃO existem!

 

NÃO PUNA PESSOAS QUE NÃO DESEJAM UTILIZAR CONCEITOS DE RAÇA POR TODA VIDA, PORQUE SIMPLESMENTE NÃO SE IMPORTAM COM ISSO! PESSOAS SÃO MAIS DO QUE MELANINA OU OLHOS PUXADOS.

Só peço 3 coisas:
DUVIDE. VEJA OS ARGUMENTOS. REVEJA SUAS OPNIÕES!


http://noticias.terra.com.br/brasil/noticias/0,,OI6226973-EI306,00-Dilma+criara+cotas+para+negros+no+servico+publico+diz+jornal.html

O Brasil precisa aprender a premiar o mérito e o trabalho! 

Vamos lutar por um país igual para todos! Premiar o mérito, não o maldito jeito brasileiro de fazer tudo.

Dividir e conquistar: O Governo apenas usa movimentos sociais pra dividir a sociedade e ganhar votos! Aqui se cria uma rixa na sociedade entre pessoas com níveis sociais e histórias de vida semelhantes.


A Presidente quer segmentar a sociedade em raças, com a desculpa de inclusão. Mas enquanto houver vencedores há perdedores, e todos os concursos e vestibulares são uma competição, Para cada pessoa incluída tem uma pessoa excluída! Para cada pessoa que se declara negra e for aprovada uma pessoa com uma nota superior e que não quis usar critérios raciais será excluída, que muitas vezes merece e precisa muito mais desse trabalho ou vaga em faculdade. 

Aqui está se recriando um erro histórico: Pessoas que não são afetadas em nada pela medida estão punindo bons alunos, gente trabalhadora, decente, bons profissionais, com a ideia absurda de que são culpados pelo que aconteceu séculos atrás! ISSO É UMA MENTIRA! NÃO ACREDITE NISSO, QUEM NASCEU HOJE NÃO TEM CULPA NENHUMA DO QUE ACONTECEU SÉCULOS ATRÁS! VOCÊ NÃO DEVE NADA!

A história é repleta de erros e injustiças que se repetem todos os dias. Não importa o que se faça, não se volta o tempo para evitar erros cometidos, e um erro nunca justifica o outro.

O Governo transforma todos os anseios da população em produtos políticos para ganhar votos. Com o desejo de igualdade, que todos desejamos, criou o sistema de cotas raciais baseado em 2 falácias:

1) Essa geração atual é culpada por o que aconteceu séculos atrás.

2) Todos contrários a cotas raciais são preconceituosos e racistas. 

1) Nós nascemos nessa época. A classe governante quem tem uma história de exploração e segregação em relação ao povo, e nunca nada fez para reparar, em nada é afetada pela medida. Apenas manipula as massas com falsa propaganda e falsos argumentos. Existem milhões de erros históricos, mas só com o passar do tempo se sabe que realmente foram erros. O Europeu colonizar, escravizar e impor cristianismo e civilização ao mundo já foi o correto. Queimar cientistas na fogueira já foi o correto. Não se pode criar segregação com argumentos no passado, é injusto com a geração atual. Estão punindo, privilegiando e criando diferenças entre pessoas com nível social semelhante, com um critério inexistente ("raça"), e péssimos argumentos que reforçam o conceito. Você realmente acredita que com algum tipo cota é possível reparar o passado? Todos os mortos durante escravidão? Todas as populações indígenas dizimadas no descobrimento do Brasil? Todas as guerras? NÃO HÁ NENHUMA RELAÇÃO DE CAUSA E EFEITO. O que é feito hoje repercute no presente e no futuro, e o Brasil está criando um Estado de segregação racial, com o apoio de todos. 

O Brasil é a mistura de todas as cores e etnias. Para justificar essa política, seria necessário supor que todos os pobres são assim porque descendem de negros que foram escravizados, assim como todos os ricos assim o são porque descendem de brancos fazendeiros. Isso não existe, há mobilidade social. Existem brancos pobres e negros ricos. Existe a mistura de todas as cores e historias de vida no Brasil. Como determinar quem é branco e quem é negro na maior mistura étnica que existe no mundo? Defender cotas raciais com base em políticas passadas e critérios de raça é um erro absurdo, justificada apenas para fins eleitoreiros. O povo acha que está sendo beneficiado e reelege o Governo, enquanto na verdade está defendendo racismo e segregação. 

Mais quantos alunos estudiosos serão obrigados a abandonar os cursos que desejam para dar lugar a outros com menor preparo e merecimento? Quantos sonhos perdidos e vidas totalmente mudadas? Quantos bons profissionais a gente vai perder nessas décadas todas de segregação e racismo que o Governo insiste? 
Bons empregos são difíceis para todos! Oportunidades são difíceis pra todos. Essa é a verdade! EXCLUIR ALGUÉM ESFORÇADO E COMPETENTE PARA INCLUIR ALGUÉM POR TRAÇOS FÍSICOS NUNCA SERÁ JUSTIÇA. Ainda mais por serem socialmente semelhantes.

2) Quem é contrário a cotas raciais apenas não deseja que o critério "raça" seja usado para privilegiar ou discriminar alguém. Quem defende um discurso "o negro precisa de cota sim" é um perfeito exemplo de racista, essa a verdade. Admite o racismo em si mesmo, e quer convencer todos de que todos são assim. Pessoas sem racismo acham esse tipo de distinção ridícula. Quando um aluno negro ingressa numa carreira de juiz beneficiado por ser negro, é racismo e segregação contra toda população não-negra. E ele defenderá a segregação por toda vida, já que foi beneficiado com ela. Aí nasce um novo racismo, reforçado a cada dia por todos que são beneficiados pela medida. TODA SEGREGAÇÃO RACIAL É DEFENDIDA POR QUEM SE BENEFICIA, INDEPENDENTE DE DESCULPA. Os beneficiados por cotas raciais são os maiores interessados em que as ideias de acismo e preconceito continuem. Todos que defendem uma politica contraria a algo perdem o poder quando esse algo cessa de existir. Há várias outras políticas que podem ser adotadas para promoção social. Porque não reservar bolsas de estudo apenas em instituições particulares e manter o que é público e pago por todos, ao acesso de todos de forma igualitária? As pessoas também se sacrificam para pagar educação. É como se o trabalho e custear as próprias contas esteja sendo punido. A maioria da população não-negra não tem condições de pagar uma faculdade de Medicina, enquanto seriam excelentes médicos e passariam em um concurso igualitário, sem discriminação racial ou social com critérios duvidosos e populistas. Quem vai reparar o dano individual causado na vida eles?


Quem já fez concurso público sabe o quanto de dedicação exige. 
Toda política de segregação utiliza uma desculpa nobre.
O Governo está plantando a semente do ódio da segregação racial. HISTORICAMENTE NUNCA DEU CERTO. 
O BRASILEIRO TEM TODAS AS CORES! O BRASIL É FEITO DE BRASILEIROS, GENTE TRABALHADORA!
O BRASIL É FEITO DE BRASILEIROS! NÃO DE RAÇAS!
É a vida de todos nós que está em jogo, pelas próximas décadas. Diga não a segregação racial!

 

HUMBERTO ADAMI, advogado do Iara (Instituto de Advocacia Racial e Ambiental)
"Acho abominável esse tipo de demagogia. Penso que a noção de 'raça' é o resultado lamentável e inseparável do racismo, aliado a uma ideologia biologista ultrapassada, de modo que o Estado jamais deveria reconhecê-la, muito menos endossá-la."


ANTONIO CICERO, poeta, filósofo e compositor
"Essa medida faz parte de um processo que vem se intensificando e que visa separar os cidadãos brasileiros em 'raças' distintas. No campo da arte como no mercado de trabalho, na saúde e na educação, os cidadãos não serão mais vistos como brasileiros, mas como brancos e negros. Essa política que visa, em princípio, beneficiar os assim chamados 'negros' excluídos pelo racismo, usa a perigosa estratégia de entronizar a 'raça'. Quando o Estado divide os cidadãos em 'raças' com o objetivo de distribuir direitos, as consequências podem ser graves. Há inúmeros exemplos históricos que sinalizam isso. Do meu ponto de vista, já expresso em muitos fóruns e em livros e artigos, o caminho para combater o racismo é destruir a ideia de 'raça' e não reforçá-la. Bom, mas os dados já foram lançados desde que o STF decidiu pela constitucionalidade das cotas raciais."


LEIA MAIS SOBRE O TEMA E REVEJA SUA OPNIÃO:

 

Governo instala Estado Racial:
http://www1.folha.uol.com.br/educacao/1169793-governo-instala-estado-racial-diz-sociologo.shtml

Conceito de raça existe apenas para criar diferenças e dominação:
http://www1.folha.uol.com.br/folha/ciencia/ult306u453011.shtml

 

Todos somos africanos:
http://scienceblogs.com.br/geofagos/2009/05/somos_todos_africanos/


Morgan Freeman sobre o racismo:
http://www.youtube.com/watch?v=tNEoIo3XMws


*Obs: Sou contrário a Política de cotas, embora possa me beneficiar dela. Sou negro, pardo ou branco. Acredito que o Brasil deva premiar mérito, não cor de pele, orientação sexual ou crença religiosa, embora qualquer tentativa de ser decente ou reconhecido pelo trabalho no Brasil, onde as massas pensam o que o Governo deseje que pensem, em que enganar e se dar bem é sinônimo de esperteza, seja para todo sempre uma grande perda de tempo.

 


http://www.avaaz.org/po/petition/NAO_AO_PROJETO_DE_LEI_PARA_COTAS_RACIAIS_NO_SERVICO_PUBLICO/?tXWbsdb

Enviado pela Avaaz em nome da petição de Ewaldo

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

 

Não é racismo um preto se insurgir contra um branco!!!

 

Não é racismo um preto se insurgir contra um branco, diz ministra da promoção da igualdade racial brasileira.

Mais um caso de racismo contra brancos desta vez incentivado pela ministra brasileira que é responsável pela promoção da igualdade racial.

Casos destes são as centenas, em que o facto dos pretos terem sido escravos serve de desculpa para que possam ter mais direitos do que os brancos, bem como os maltratar e ainda dizerem o que lhes apetece sem que a lei seja aplicada de modo igual.

A ministra por sinal também preta reflecte precisamente a podridão do povo negro, que nada fizeram em prol da sua raça, muito menos contribuíram para o desenvolvimento da humanidade, mas mesmo assim acham-se no direito de se apoderar de tudo e serem desculpados dos seus actos racistas.

A ministra Matilde Ribeiro, titular da Secretaria Especial de Política da Promoção da Igualdade Racial (Seppir), diz que considera natural a discriminação dos negros contra os brancos.

Em entrevista à BBC Brasil para lembrar os 200 anos da proibição do comércio de escravos pelo Império Britânico, tido como o ponto de partida para o fim da escravidão em todo o mundo, ela disse que “não é racismo quando um negro se insurge contra um branco”.

“A reacção de um negro de não querer conviver com um branco, eu acho uma reacção natural. Quem foi açoitado a vida inteira não tem obrigação de gostar de quem o açoitou”, afirmou.

Ribeiro disse que ainda vai demorar até que as políticas públicas implantadas nos últimos anos comecem a dar resultados concretos e diminuam a diferença económica e social entre as populações branca e negra do país.

“Ainda temos muito o que fazer”, afirma, enumerando acções que já começaram, como na área de educação e saúde.

Ela diz que, embora a abolição da escravatura tenha chegado atrasada ao Brasil, hoje o país tem uma das legislações mais avançadas do mundo em relação a direitos iguais, mas ainda falta uma mudança de postura da sociedade.

Ver a reportagem na integra: Aqui

 

 

 

 

topo